Dr. Audie N. Momm

Dr. Audie N. Momm

Dr. Audie é médico e atua com interesse nas áreas de nutrologia, emagrecimento, performance física e home care. Além das graduações em medicina e nutrição, possui formação latu sensu em nutrologia, nutrição clínica e nutrologia enteral e parenteral.

Estudo aponta superioridade da metformina com relação às sulfonilureias

Uma análise com mais de 1,4 milhões de indivíduos, relatada na edição de abril do Annals of Internal Medicine encontrou um menor risco de morte por doença cardiovascular em pacientes que usam a metformina, em comparação com aqueles em tratamento com outra classe de medicamentos para a diabetes, conhecida como as sulfonilureias.


Ler mais

Luteína associada a preservação da inteligência

Pesquisas relatadas na edição de dezembro de 2016 da Frontiers in Aging Neuroscience revelaram uma associação entre níveis mais elevados de luteína e uma melhor preservação da inteligência, que é a capacidade de utilizar conhecimentos e habilidades adquiridas ao longo da vida.


Ler mais

Trump declara que o uso de opioides para dor é uma emergência nacional nos EUA

O número de óbitos por drogas prescritas para um terço dos americanos em 2015 quadruplicou em 20 anos. Os opioides, de acordo com o Instituto Nacional de Abuso de Drogas dos EUA, incluem a heroína, medicamentos sintéticos como o fentanil e analgésicos que estão disponíveis por prescrição, como a oxicodona, a morfina e a codeína, entre outros.


Ler mais

Antioxidantes e câncer de pulmão

Um estudo relatado em Frontiers in Oncology revelou uma associação entre o aumento da ingestão de carotenóides e vitamina C com um menor risco de câncer de pulmão.


Ler mais

Benefício da lentilha para redução de peso

As lentilhas são um alimento extremamente nutritivo e é uma boa ideia incluí-los em um regime de dieta saudável pelos seus numerosos benefícios para a saúde e principalmente para auxiliar na perda ou manutenção do peso.


Ler mais

Cansado? Pode ser deficiência de vitamina B12

A vitamina B12 (cianocobalamina) é uma das oito vitaminas do complexo B e tem seu papel biológico associado principalmente na produção das hemácias do sangue (células vermelhas), em diversas funções do sistema nervos e também na regeneração muscular.


Ler mais

O que emagrece mais: jejum intermitente ou dieta com restrição de calorias?

O jejum intermitente vem ganhando popularidade recentemente - mas para perda de peso, realmente é mais efetivo que as dietas restritivas tradicionais? Praticamente todas as dietas envolvem algum grau de restrição calórica e um determinado objetivo (por exemplo, a DASH tem foco em reduzir ingesta de sódio) - o jejum intermitente talvez seja melhor definido como uma estratégia de restrição calórica do que propriamente uma "dieta" propriamente dita, como a DASH, mediterrânea ou em Zona.


Ler mais

Jejum intermitente e aumento de GH (hormônio de crescimento)

O jejum intermitente é uma estratégia dietética que se tornou muito popular, principalmente pela facilidade maior de adesão a médio e longo prazo em comparação com dietas hipocalóricas. Além da maior facilidade de adesão, o jejum intermitente também demonstrou melhora de vários marcadores bioquímicos - mas qual o seu efeito na secreção de hormônio de crescimento?


Ler mais

Qual melhor tipo de exercício para emagrecer?

Uma grande questão que é recorrente no dia-a-dia do consultório é qual melhor tipo de exercício para emagrecer. Em primeiro lugar, é importante caracterizar que atividade física regular é um fator central na promoção de saúde e longevidade, e não deve ser encarado com objetivo puramente específico (como no exemplo, emagrecer).


Ler mais

Menos férias, menor expectativa de vida

Um estudo realizado na Finlândia durante quase 40 anos demonstrou que indivíduos que tiram menos férias tem risco maior de mortalidade e expectativa de vida. Os indivíduos acompanhados no estudo que tiravam menos que 3 semanas de férias por ano tinham risco 37% menor de mortalidade durante o segmento do estudo.


Ler mais

Conheça seu somatotipo

Você já ouviu falar em somatotipo? O somatotipo é uma técnica de classificação corporal que dividiu a propôs a divisão em três quesitos:


Ler mais

Restrição calórica reduz a atividade dos ribossomos

A edição de fevereiro de 2017 da Molecular & Cellular Proteomics publicou a descoberta de uma ação da restrição calórica no envelhecimento lento. Pesquisadores descobriram que comer menos retarda a produção de proteínas pelos ribossomos das células (organelas responsáveis pela síntese de proteínas), o que retarda alguns sinais do envelhecimento.


Ler mais

Quais os fatores que levam a déficit de melatonina?

A melatonina (N-acetil-5-metoxitriptamina) é um hormônio secretado pela glândula pineal no cérebro que entre outras funções, controla o nosso relógio biológico (ciclo circadiano ou ciclo sono-vigília). Sua síntese e liberação são estimuladas pela escuridão e suprimidas pela luz.


Ler mais

Consumo de proteína e dano hepático e renal

Há vários anos que se tem como conceito que o excesso de consumo de proteínas (seja através de alimentos ou suplementos) poderia gerar problemas renais e hepáticos. Apesar de diversos estudos nos últimos anos terem apresentado resultados no sentido contrário, o último congresso da ISSN (International Society of Sport Nutrition) trouxe inúmeros estudos que definitivamente derrubam o mito de que dietas com excesso de proteína podem gerar danos renais e hepáticos.


Ler mais

Dieta e mortalidade

Um estudo de março de 2017 publicado no JAMA investigou a associação entre componentes dietéticos e mortalidade por doenças cardiometabólicas (como infarto, AVC e diabetes tipo 2).


Ler mais

Os benefícios de adicionar abacates na sua alimentação

Um pilar da cozinha sul-americana e mexicana, o abacate é caracterizado por sua textura lisa e cremosa e é famoso por ter uma quantidade de gorduras monoinsaturadas (saudáveis) ​​do que qualquer outra fruta. Os principais benefícios do abacate na sua alimentação:


Ler mais

Vitaminas para reduzir a queda de cabelo

A perda de cabelo é um processo complexo que envolve vários mecanismos genéticos, hormonais e ambientais. Assim como a nossa pele, o folículo piloso está sujeito ao envelhecimento intrínseco e extrínseco. Os fatores intrínsecos incluem nossos mecanismos genéticos e epigenéticos, e fatores extrínsecos incluem tabagismo e radiação UV.


Ler mais

Sete alimentos para melhorar seu foco e sua memória

O que a comida que você come tem a ver com o funcionamento do seu cérebro? Embora aconteça muita coisa, sempre soubemos que o que comemos afeta nosso corpo e nossa aparência, sim, mas cada vez mais evidências demonstram o impacto dos nutrientes no nosso humor, comportamento e também no metabolismo cerebral.


Ler mais

Cerveja pode reduzir a sua expectativa de vida

Um estudo realizado por pesquisadores britânicos e publicado em um dos mais conceituados periódicos médicos, o "The Lancet", demonstrou a quantidade máxima de consumo de álcool para evitar o risco de doenças cardiovasculares - essa quantidade equivale a cinco taças de vinho ou sete latas de cerveja tipo pilsen tradicional por semana.


Ler mais

Como melhorar os sintomas da Síndrome do Ovário Policístico (SOP)?

A síndrome do ovário policístico é um distúrbio endócrino que provoca alteração dos níveis hormonais, levando à formação de vários cistos (microcistos) nos ovários. Essa mudança promove alterações funcionais, causando menstruação irregular, aumento da produção de testosterona, resistência a insulina e obesidade. O aumento da produção de testosterona leva a alterações físicas, como aumento da oleosidade na pele, aumento de pêlos e acne. As alterações hormonais também se manifestam em cólicas mais intensas na menstruação, sintomas de TPM e infertilidade. É a alteração hormonal mais comum em mulheres na idade fértil podendo atingir de 7 a 20% das mulheres.


Ler mais

Ciclismo e seus efeitos rejuvenescedores

Todo mundo sabe que a medida que envelhecemos nosso corpo muda. Conforme se passam os anos, há notadamente um aumento de gordura corporal e redução de massa muscular, além de outras mudanças, como mais suscetibilidade a doenças. Mas será que essas mudanças não podem ser moduladas e virem em ritmo mais lento? A resposta talvez esteja na "magrela" (bicicleta) encostada no canto da sua garagem.


Ler mais

Como evitar a celulite?

A celulite é uma condição causada por influências hormonais e acúmulo de gordura em determinadas partes do corpo e atinge quase que majoritariamente mulheres. Também conhecida como hidrolipodistrofia ginoide, essa condição chega a atingir até 90% das mulheres após a puberdade.


Ler mais

Síndrome pós-finasterida: uso de finasterida para alopécia masculina pode levar a queda de libido, disfunção erétil e depressão

Uma das queixas mais comuns em homens nos consultórios de dermatologia é a alopecia androgênica, também conhecida como calvície. Em torno de 50% dos homens caucasianos vão sofrer com esse processo, onde há perda e enfraquecimento dos cabelos. O problema está relacionado com a dihidrotestosterona (DHT) que tem receptores presentes na raiz dos cabelos (folículo piloso).


Ler mais

Andropausa (DAEM) e seus principais sintomas

A andropausa (ou DAEM, que significa deficiência androgênica do envelhecimento masculino) é um conjunto de sinais e sintomas que se iniciam no homem normalmente em torno dos 50 anos e tem relação direta com a queda de testosterona. Apesar de encontrarmos as manifestações clínicas comumente a partir dessa idade, cada vez vais vemos homens jovens (a partir dos 25 anos de idade) apresentando níveis reduzidos de testosterona e clínica compatível.


Ler mais

Alguns sinais de que você deve estar comendo pouca proteína

A proteína que consumimos na dieta (na forma de carne, ovos e alguns vegetais) fornecem os aminoácidos necessários para uma série de funções biológicas em nosso corpo e em especial são componentes estruturais de nossos músculos, pele, ligamentos e cartilagens. Entram ainda como elementos essenciais na produção de nossas enzimas e no sistema imune.


Ler mais

Melhor comer ovo inteiro ou só as claras?

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Ilinois, nos Estados Unidos, e publicado no American Journal of Clinical Nutrition, verificou o que é melhor para manutenção ou aumento da massa muscular em praticantes de atividade física - comer ovos inteiros ou somente a clara.


Ler mais

Aumentar a proteína na dieta pode ajudar no controle do diabetes tipo 2

Um estudo realizado com pacientes portadores de diabetes tipo 2 (Metabolic response of people with type 2 diabetes to a high protein diet, Nutrition and Metabolism, 2014) demonstrou que o aumento da ingesta de proteína na dieta permitiu um melhor controle glicêmico. O aumento da quantidade de proteína na dieta de 15 para 30% do VET (valor energético total) permitiu uma redução significativa da hemoglobina glicada (um exame que detecta a média da glicemia sanguínea nos últimos três meses), uma redução na glicemia pós-prandial (após a alimentação) e uma redução discreta nos níveis de insulina.


Ler mais

O grande erro da vitamina D

Um estudo publicano no Journal of Preventive Medicine Public Health indica que as recomendações mínimas de ingestão/suplementação de vitamina D sejam muito inferiores as necessárias para garantir a saúde ideal.


Ler mais

Distensão abdominal, muitos gases, inchaço? Talvez a culpa não seja do Glúten.

Nos últimos tempos tem-se colocado o glúten como culpado de uma série de sintomas gastrointestinais, como digestão difícil, distenção abdominal, muitos gases e até diarreia. Inclusive o crescimento desse tipo de queixa (e também da perseguição ao glúten) fez surgir um novo termo médico, o NCSG (não celíaco sensível ao glúten) ou seja, um paciente que não tem doença celíaca (uma doença imune desencadeada pelo contato com a proteína do glúten) mas que tem algum grau de sensibilidade ao glúten que promove manifestações clínica.


Ler mais

7 benefícios do HIIT (high intensity interval training)

Apesar de ser de conhecimento público que atividade física regular é um importante fator de saúde, estima-se que mais de 30% da população mundial é sedentária. Muitas vezes o problema (ou desculpa) é a falta de tempo – como encaixar a atividade física no agitado dia-a-dia?


Ler mais

Alimentos que aumentam risco de Alzheimer

A doença de Alzheimer, uma doença neurodegenerativa que se manifesta com processo de demência progressiva, já é a sexta causa de morte nos EUA. É uma doença que ainda não tem cura, mas já é evidenciada em diversos estudos científicos sua relação com padrões alimentares.


Ler mais

Os melhores alimentos e suplementos para saúde da próstata

O câncer de próstata é a segunda principal causa de morte por câncer em homens que vivem nos Estados Unidos. Além do câncer de próstata, outras condições podem afetar os homens conforme envelhecem, como a hiperplasia prostática benigna (que chega a afetar 90 por cento dos homens com 70 anos ou mais ) e a prostatite, que é a condição mais comum de visitas ao urologista em homens com menos de 50 anos.


Ler mais

DIU reduz em 33% risco de câncer cervical

O DIU, ou dispositivo intrauterino, um dos métodos anticoncepcionais mais antigos, apresentou um benefício intrigante conforme um estudo da da Universidade do Sul da Califórnia, publicado na Obstetrics & Gynecology - reduzir em 1/3 o risco de câncer cervical nas mulheres que optaram por essa modalidade contraceptiva.


Ler mais

Qual limite diário de consumo de açúcar?

Se você for analisar todos os rótulos de alimentos no supermercado verá que a imensa maioria deles contém açúcar na composição. O consumo elevado de açúcar está associado com uma série de prejuízos a saúde e doenças, dentre as mais conhecidas o diabetes e obesidade, e uma doença que vem aumentando muito em incidência, a NASH (nonalcoholic steatohepatitis) ou esteatose hepática não alcoólica, uma doença em que há substituição das células do fígado por gordura, tendo como uma das causas o alto consumo de açúcares.


Ler mais

Jejum intermitente não é para todos

Vários estudos animais já demonstraram aumento da longevidade associado a dietas com restrição calórica e mais recentemente tem sido noticiado os benefícios da prática do jejum intermitente como estratégia de perda de peso.


Ler mais

O que devo comer no pré e pós-treino?

De uma maneira geral, para os praticantes regulares de esportes ou atividade física, o consumo de carboidratos e proteínas antes e imediatamente após o esporte traz uma série de benefícios, como a melhora na reconstrução do tecido muscular e repleção dos estoques de glicogênio muscular (o "combustível" do músculo).


Ler mais

Óleo de canola e déficit cognitivo

Um estudo recente publicado na Scientific Reports em dezembro de 2017 avaliou impactos deletérios do consumo de óleo de canola na capacidade de memória e aprendizado em um modelo animal que reproduz pacientes com doença de Alzheimer.


Ler mais

Quais são as substâncias termogênicas mais seguras?

Os termogênicos são substâncias que promovem aumento da temperatura corporal e do metabolismo a partir de estímulos nos sistemas nervoso central, cardiovascular e respiratório. O objetivo é aumentar a taxa metabólica basal do indivíduo, favorecendo melhora na queima de gordura, podendo ser utilizados para melhorar a performance no exercício e para quem busca emagrecer (apesar dos resultados em emagrecimento com termogênicos isoladamente serem extremamente modestos)


Ler mais

Obesidade nos mais jovens

De acordo com uma pesquisa da universidade de Havard, publicada no Journal of the American Medical Association (JAMA), o ganho de peso, mesmo de forma mais modesta e gradual em jovens adultos está elevando o risco de desenvolvimento de doenças crônicas e risco de morte prematura.


Ler mais

O que é melatonina?

A melatonina (N-acetil-5-metoxitriptamina) é um hormônio secretado pela glândula pineal no cérebro. Sua produção é estimulada pela escuridão e suprimida pela luz.


Ler mais

Nozes e castanhas que podem ajudar na perda de peso

Até o final da década de 80 as nozes e castanhas compunham a lista de alimentos a serem evitados, devido ao seu alto teor de gordura. Na época imaginava-se que altos teores de gordura eram a causa de problemas com colesterol e obesidade.


Ler mais

Autoridades de saúde dos EUA retiram os alimentos ricos em colesterol da lista de vilões

Segundo o Dietary Advisory Board, um comitê de cientistas que elaboram as recomendações de dieta para a população americana, não há indícios de que alimentos ricos em colesterol causem aumento dos níveis de colesterol no sangue. No ano passado esse comitê fez uma revisão sistemática sobre o assunto e decidiu por rever a conduta de restrição de alimentos com colesterol que era vigente desde a década de 60.


Ler mais

Melatonina e obesidade

Cada vez mais pesquisas associam disfunções no nosso ciclo circadiano (nosso relógio biológico) com uma série de doenças crônicas, como obesidade e diabetes.


Ler mais

Benefícios da vitamina D em pacientes com câncer de mama

Um estudo publicado no JAMA Oncology realizado com mulheres na Califórnia (1.666 pacientes com câncer de mama) mostrou que maiores níveis de vitamina D estão associados a maior sobrevivência. O trabalho acompanhou as mulheres com câncer de mama durante sete anos.


Ler mais

Testosterona e risco de câncer de próstata

Homens com hipogonadismo (com níveis de testosterona total menor que 350ng/dL) que receberam terapia de reposição hormonal com testosterona apresentaram menor incidência de câncer de próstata e os que desenvolveram câncer de próstata tiveram formas menos agressivas do que os colegas que não fizeram a reposição hormonal.


Ler mais

Conheça os benefícios da capsaicina

Você gosta do sabor picante das pimentas? Esse sabor “picante” é atributo da capsaicina, presente nas pimentas principalmente nas sementes, e que apresenta benefícios para a saúde já confirmados em diversos estudos clínicos.


Ler mais

Bisfenol A pode desregular sua tireóide

Um recente trabalho da USP demonstrou a influência do Bisfenol A e de um herbicida a base de glifosato em desregular os hormônios tireoidianos. Essas substâncias estão presentes em vários produtos, como plásticos, cosméticos, água, alimentos e até mesmo em alguns remédios.


Ler mais

Calvície: conheça os tipos, principais causas

A perda de cabelo é algo que gera preocupação tanto em homens quanto em mulheres. O cabelo é uma proteção natural da pele da cabeça e tem, em condições normais, uma perda - em média de 100 a 130 fios por dia. Sua principal função é ser um filtro solar natural e proteger contra o frio. A calvície (rarefação e perda do cabelo), também denominada alopecia, pode ser dos seguintes tipos:


Ler mais

Níveis de vitamina D suficiente podem melhorar o sucesso na erradicação do H. pylori

A edição de dezembro de 2017 da Advances in Clinical and Experimental Medicine, relatou o resultado de um estudo que encontrou maiores taxas de erradicação para a infecção por Helicobacter pylori (que é uma bactéria que coloniza o estômago humano e que é uma das causas de um tipo de gastrite) entre indivíduos com níveis suficientes de vitamina D em comparação com níveis deficientes.


Ler mais

A controvérsia do ômega 3 e risco cardiovascular

Em janeiro de 2018 uma meta-análise (um tipo de estudo científico que analisa outros estudos sobre determinado tema) foi publicada sobre suplementação de ômega-3 e risco cardiovascular. Em resumo, várias publicações, inclusive a Harvard Medical Publishing, em suas matérias colocaram a questão da suplementação de ômega-3 não tem reduzido risco cardiovascular baseado nesse estudo, que, juntando todos os ensaios clínicos que foram selecionados, analisaram mais de 77.000 pacientes.


Ler mais

Começamos a envelhecer bem mais cedo do que se imaginava: a partir dos 21 anos!

Pesquisadores descobriram uma substância na urina que é um preciso indicador dos danos oxidativos que nosso organismo sofre - e essa substância vai aumentando conforme envelhecemos. A partir dessa descoberta os pesquisadores esperam em pouco tempo ter um exame disponível para poder avaliar o nosso ritmo biológico do envelhecimento, trazendo de forma precisa a nossa idade biológica (a idade metabólica), ajudando a prever riscos de doenças relacionadas à idade e até mesmo sua expectativa de vida.


Ler mais

Suplementação de coenzima Q10 para a função cardiovascular

A Coenzima Q10 (CoQ10) é um componente essencial da mitocôndria – a unidade de produção de energia em toda célula do nosso corpo. A CoQ10 está envolvida na fabricação de ATP, que o corpo usa para criar energia. O papel da CoQ10 é similar ao de uma vela em um motor de carro – sem a fagulha inicial, o corpo humano não consegue funcionar.


Ler mais

Controlar o stress: a verdadeira fonte da juventude

Os idosos que conseguem envelhecer sendo menos afetados pelo estresse tendem a ter algumas coisas em comum: eles ficam conectados a amigos e familiares, se exercitam e se mantêm ativos, mas acima de tudo, encontram maneiras de reduzir o estresse em suas vidas. Em qualquer idade, os indivíduos mais estressados produzem um sistematicamente hormônios potencialmente prejudiciais, como o cortisol e a adrenalina. As sobrecargas desses hormônios do estresse têm sido associadas a muitos problemas de saúde, incluindo doenças cardíacas, hipertensão arterial e função imune enfraquecida.


Ler mais

Benefícios dos prebióticos para sua saúde

Parte de uma flora intestinal saudável é composta por tipos de bactérias chamadas bifidobactérias. As bifidobactérias têm como principal função manter o equilíbrio da nossa microbiota intestinal, pois são capazes de fornecer substâncias benéficas ao nosso organismo e estudos tem as relacionado com diversos fatores benéficos a saúde, como controle do colesterol.


Ler mais

Como retardar o relógio biológico

Todos gostaríamos de parar o envelhecimento e evitar seus sinais inevitáveis, mas não há (ainda) um remédio para isso, então aqui estão algumas coisas que você pode fazer agora para retardar seu relógio biológico:


Ler mais

Alimentos picantes podem ajudá-lo a viver mais

De acordo com um estudo realizado em 2015, alimentos picantes podem estar relacionados a uma maior longevidade em seres humanos. Em estudos, as pimentas reduziram a morte por todas as causas, incluindo o câncer, as doenças respiratórias e cardiovasculares.


Ler mais

Efeito anti-inflamatório do gengibre

Um estudo relatado em novembro de 2016 na Food & Nutrition Research evidencia uma associação entre o uso do gengibre e uma redução em marcadores da inflamação, além de melhorados lipídios, glicose e hemoglobina.


Ler mais

O lado feio dos produtos de beleza

Vários relatórios recentes destacam a presença de concentrações de baixos níveis de substâncias tóxicas que podem afetar todo nosso sistema hormonal, particularmente em cosméticos e produtos de cuidados pessoais.


Ler mais

O que é janela anabólica?

O termo janela anabólica se refere ao período imediatamente seguinte ao término da atividade física ou esporte, onde é considerado o período mais crítico para oferta de nutrientes visando restabelecer a reconstrução dos músculos e das fontes energéticas de glicogênio muscular.


Ler mais

O perigo das bebidas energéticas

As bebidas energéticas estão cada vez mais populares, em grande parte pela presença na sua composição de cafeína. A cafeína por si só pode ser muito benéfica para a mente e o corpo, sendo capaz de reduzir dores de cabeça, melhorar o estado de alerta mental e até mesmo tratar condições como asma e diabetes.


Ler mais
x

Agendar consulta


Dr. Audie N. Momm

Dr. Audie é médico e atua com interesse nas áreas de nutrologia, emagrecimento, performance física e home care. Além das graduações em medicina e nutrição, possui formação latu sensu em nutrologia, nutrição clínica e nutrologia enteral e parenteral.

Redes Sociais

  • Facebook
  • Instagram